Morre Paulo Pagni, baterista da banda RPM

Escrito por Redação

Redação Minha Vida

Em 22/6/2019

compartilhar

salvar

compartilhar

Paulo Antônio Pagni, baterista da banda RPM, morreu nesta sábado (22) aos 61 anos. O músico faleceu devido a insuficiência respiratória e broncopneumonia, segundo informações da assessoria de imprensa do Hospital São Camilo, de Salto, onde ele estava internado.

No dia 14 de maio, Paulo foi hospitalizado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta de um infecção pulmonar. Na época, ele foi diagnosticado com fibrose pulmonar.

O velório será em uma funerária de Araçariguama (SP), cidade onde o músico morava. O enterro está previsto para meio-dia deste domingo (23), no cemitério municipal.

No Facebook, integrantes da banda publicaram uma postagem sobre a morte do músico.

“Nosso querido amigo P.A resolveu definitivamente descansar de sua brava luta pela vida. Partiu hoje em decorrência do agravamento das suas condições respiratórias devido a forte pneumonia que o atingiu. Ele estava internado no Hospital São Camilo, da cidade de Salto/SP, há mais de um mês. Fomos pegos de surpresa e tomados pela tristeza quando soubemos de sua partida há pouco”, escreveram.

O que é broncopneumonia?

A broncopneumonia é uma infecção de rápida instalação que atinge a via de passagem do ar nos pulmões, os brônquios. Como essas estruturas levam o ar para todas as regiões dos pulmões, a infecção se espalha e atinge o órgão todo. É um quadro diferente da pneumonia comum, que costuma afetar uma ou duas divisões do pulmão, ficando mais restrita.

Essa doença é uma das principais causas de uso de antibióticos, internação hospitalar e mortes no Brasil e no mundo. A broncopneumonia pode ser a etapa final de muitas doenças, que acabam acometendo os pulmões e piorando o quadro.

Entenda mais sobre a doença clicando aqui!

Veja Abaixo mais Postagens sobre Saúde Vida e Bem Estar que Separamos para Você!

You may also like...

Scroll Up