Saiba qual seu risco de infartar nos próximos dez anos | Saúde é Vital

infarto

Com a ajuda de uma tabela, dá para saber o risco de um problema cardiovascular nos próximos dez anos (Foto: ST/Shutterstock)

A Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro (Socerj), em parceria com as secretarias estadual e municipal de saúde, lançaram hoje (3 de maio) uma cartilha de prevenção contra as doenças cardiovasculares. O documento, voltado originalmente para profissionais, pretende melhorar o atendimento de pessoas com risco de sofrer infarto, AVC ou outro problema similar.

“Temos elaborado ações em parceria com órgãos governamentais para diminuir o índice de doenças cardiovasculares no Rio de Janeiro”, afirma Ricardo Mourilhe, presidente da Socerj, em um comunicado.

Dentro da cartilha, há destaque para tabelas que inferem o risco de homens e mulheres apresentarem uma encrenca cardíaca. Elas foram retiradas de outras diretrizes, como a de Prevenção Cardiovascular, de 2013, e se baseiam na idade, na taxa de colesterol, na presença de diabete e por aí vai. Reproduzimos abaixo essa espécie de calculadora manual para você descobrir qual o seu risco.

A ideia não é, nem de perto, assustar a população, mas sim entender quem precisa de mais cuidados. Até por isso, o resultado deve sempre ser discutido com um profissional, inclusive para adotar medidas que contribuam para uma melhor saúde do peito. Outra coisa: embora o método seja baseado em evidências científicas, ele não é uma camisa de força. Fatores como histórico familiar e obesidade não foram incluídos e, mesmo assim, merecem uma avaliação criteriosa no consultório.

 

O risco cardiovascular em mulheres

É simples. Em primeiro lugar, some os pontos de cada resposta para as perguntas da tabela logo abaixo. Com o resultado em mãos, vá para a próxima tabela e descubra seu risco cardiovascular.

Pontos
Anos de idade
Colesterol HDL (o benéfico)
Colesterol total
Pressão arterial sistólica (sem tratamento)
Pressão arterial sistólica (tratada)
Fuma?
Tem diabete?

-3

Menos de 120

-2

Mais de 60

-1

59 a 50

Menos de 120

0
30 a 34
49 a 45
Menos de 160
120 a 129

Não
Não

1

44 a 35
160 a 199
130 a 139

2
35 a 39
Menos de 35

140 a 149
120 a 129

3

200 a 239

130 a 139

Sim

4
40 a 44

240 a 279
150 a 159

Sim

5
45 a 49

Mais de 280
Mais de 160
140 a 149

6

150 a 159

7
50 a 54

Mais de 160

8
55 a 59

9
60 a 64

10
65 a 69

11
70 a 74

12
Mais de 75

 

Na tabela abaixo, o sexo feminino fica sabendo qual seu risco. Tenha em mente que ele é considerado baixo se não ultrapassar os 5%. Se estiver entre 5 e 10%, é intermediário. Acima desse valor, já é tido como alto. Discuta o resultado com um profissional.

Resultado final
Risco cardiovascular nos próximos dez anos

-2 ou menos
Abaixo de 1%

-1
1%

0
1,2%

1
1,5%

2
1,7%

3
2%

4
2,4%

5
2,8%

6
3,3%

7
3,9%

8
4,5%

9
5,3%

10
6,3%

11
7,3%

12
8,6%

13
10%

14
11,7%

15
13,7%

16
15,9%

17
18,5%

18
21,6%

19
24,8%

20
28,5%

21 ou mais
Acima de 30%

 

Veja também

  • depressãoMedicinaO tamanho do impacto da depressão na saúde cardiovascularquery_builder 18 jan 2017 – 09h01
  • onda de calor menopausa doenças cardíacasMedicinaSintoma da menopausa está relacionado a problemas cardíacosquery_builder 21 abr 2017 – 13h04

O risco cardiovascular em homens

É simples. Em primeiro lugar, some os pontos de cada resposta para as perguntas da tabela logo abaixo. Com o resultado em mãos, vá para a próxima tabela e descubra seu risco cardiovascular.

Pontos
Anos de idade
Colesterol HDL (o benéfico)
Colesterol total
Pressão arterial sistólica (sem tratamento)
Pressão arterial sistólica (tratada)
Fuma?
Tem diabete?

-2

Acima de 60

Abaixo de 120

-1

59 a 50

Abaixo de 120

0
30 a 34
49 a 45
Menos de 160
120 a 129

Não
Não

1

44 a 35
160 a 199
130 a 139

2
35 a 39
Abaixo de 35
200 a 239
140 a 149
120 a 129

3

240 a 279
Mais de 160
130 a 139

Sim

4

Mais de 280

140 a 149
Sim

5
40 a 44

Mais de 160

6
45 a 49

7

8
50 a 54

9

10
55 a 59

11
60 a 64

12
65 a 69

13

14
70 a 74

15
Mais de 75

 

Na tabela abaixo, o sexo masculino fica sabendo qual seu risco. Tenha em mente que ele é considerado baixo se não ultrapassar os 5%. Se estiver entre 5 e 20%, é intermediário. Acima desse valor, já é tido como alto. Discuta o resultado com um profissional.

Resultado final
Risco cardiovascular nos próximos dez anos

-3 ou menos
Abaixo de 1%

-2
1,1%

1
1,4%

0
1,6%

1
1,9%

2
2,3%

3
2,8%

4
3,3%

5
3,9%

6
4,7%

7
5,6%

8
6,7%

9
7,9%

10
9,4%

11
11,2%

12
13,2%

13
15,6%

14
18,4%

15
21,6%

16
25,3%

17
29,4%

18 ou mais
Acima de 30%

 

Veja mais Videos sobre Saúde Vida e Bem Estar que Separamos para Você!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + treze =

Scroll Up