O que é Timoma, sintomas e tratamento – Tua Saúde

Timoma é um tumor no timo, que é uma glândula localizada por detrás do osso do peito, que se desenvolve lentamente e que, normalmente, é caracterizado como sendo um tumor benigno não se espalhando para outros órgãos. Essa doença não é exatamente um carcinoma tímico, e por isso nem sempre é tratado como sendo um câncer.

Geralmente, o timoma benigno é frequente em pacientes com mais de 50 anos e com doenças autoimunes, especialmente Miastenia grave, Lúpus ou Artrite reumatoide, por exemplo.

Tipos 

 O timoma pode ser divido em 6 tipos:

  • Tipo A: normalmente tem boas chances de cura, sendo que, quando não é possível tratar, o paciente ainda pode viver mais de 15 anos após o diagnóstico;
  • Tipo AB: tal como o timoma tipo A existe boas chances de cura;
  • Tipo B1: a taxa de sobrevivência é superior a 20 anos após o diagnóstico;
  • ​Tipo B2: cerca de metade dos pacientes vive mais de 20 anos após o diagnóstico do problema;
  • ​Tipo B3: quase metade dos pacientes sobrevive 20 anos;
  • Tipo C: é o tipo maligno de timoma e a maioria dos pacientes vivem entre 5 a 10 anos.

O timoma pode ser descoberto ao fazer um raio X do tórax devido a outro problema e, por isso, o médico pode pedir novos exames, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética para avaliar o tumor e iniciar o tratamento adequado.

Localização do Timo

Sintomas do timoma

Na maioria dos casos de timoma, não existem sintomas específicos, sendo descoberto ao realizar exames por outro motivo qualquer. Todavia, os sintomas do timoma podem ser:

  • Tosse persistente;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Fraqueza constante;
  • Inchaço do rosto ou braços;
  • Dificuldade para engolir;
  • Visão dupla.

Os sintomas do timoma são raros, sendo mais frequentes nos casos de timoma maligno, devido ao tumor se espalhar para outros órgãos.

Tratamento para timoma

O tratamento deve ser orientado por um oncologista, mas normalmente é feito com cirurgia para retirar o máximo de tumor possível, o que soluciona a maioria dos casos.

Já nos casos mais graves, quando se trata de um câncer e existem metástases, o médico pode ainda recomendar fazer radioterapia. Nos tumores inoperáveis, é possível o tratamento também com quimioterapia. Porém nestes casos as chances de curas são menores e os pacientes vivem cerca de 10 anos após o diagnostico.

Após o tratamento para timoma, o paciente deve ir pelo menos 1 vez por ano ao oncologista para fazer uma tomografia computadorizada, despistando o surgimento de um novo tumor.

Estágios do timoma

Os estágios do timoma estão divididos de acordo com os órgãos afetados e, por isso, incluem:

  • Estágio 1: está localizado apenas no timo e no tecido que o cobre;
  • Estágio 2: o tumor se espalhou para a gordura junto do timo ou para a pleura;
  • Estágio 3: afeta os vasos sanguíneos e órgãos mais próximos do timo, como os pulmões;
  • Estágio 4: o tumor se espalhou para órgãos mais afastados do timo, como o revestimento do coração.

Quanto mais avançado é o estágio do timoma, mais difícil é fazer o tratamento e alcançar a cura, por isso é recomendado que pacientes com doenças autoimunes façam exames frequentes para despistar o surgimento de tumores.

Veja mais Videos sobre Saúde Vida e Bem Estar que Separamos para Você!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + cinco =

Scroll Up